De cada 10 crianças, sete tem celular antes dos 10 anos


Você sabia que muitas crianças brasileiras já possuem celular antes mesmo de completar 10 anos de idade? Isso é mais comum do que se imagina. Resultados de uma pesquisa realizada pela Kaspersky mostram que mais de 70% das crianças ganham seu primeiro celular ou tablet antes desta idade.

O estudo também mostra que mais da metade das crianças brasileiras usam dispositivos conectados a internet até antes mesmo dos seis anos de idade. A pesquisa faz parte de uma campanha chamada Crianças Digitais. Essa pesquisa tem a finalidade de analisar o envolvimento dos pais e mães na vida digital de seus filhos em cerca de seis países da América latina:

  • Argentina
  • Brasil
  • Chile
  • Colômbia
  • México
  • Peru

Cerca de 2.294 pais e mães entre 25 e 60 anos participaram da pesquisa, realizada por meio de enquetes online entre fevereiro e março deste ano.

Mais resultados

Essa pesquisa foi baseada em informações de entrevistas de pais e mães da américa Latina entre as classes A, B e C que possuem filhos de até 18 anos. De acordo com ela, metade dos pais afirmaram que seus filhos possuem, pelo menos, um perfil em mídias e redes sociais. Quinze por cento desses pais admitem ignorar o que os seus filhos compartilham e postam nessas redes e mídias sociais.

Só no Brasil, 56% das crianças já possuem contas e perfis em redes e mídias sociais, como:

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • YouTube
  • WhatsApp

Além do Brasil, muitos outros países na América Latina estão no Ranking. O Chile lidera o segundo lugar, com cerca de 55% das crianças com acesso a dispositivos com internet e contas em mídias sociais. Em seguida:

  • Argentina com 53%
  • México com 48%
  • Colômbia com 45%
  • Peru com 44%

Pais que supervisionam

Cerca de 40% dos usuários que possuem contas em redes e mídias sociais, são crianças, cujos pais não os supervisionam. Os outros 10% possuem contas criadas, supervisionadas e gerenciadas pelos pais. De acordo com os pais entrevistados no Brasil, o que as crianças mais compartilham são:

  • 67% hobbies e atividades favoritas
  • 10% dados pessoais de amigos e parentes
  • 16% fotos de suas casas

Dos entrevistados, 28% dos pais mais preocupados são os argentinos, brasileiros e também chilenos. Em média 35% dos adultos desconhecem a senha do perfil de seus filhos em rede social.

  • 38% são pais argentinos
  • 37% são pais Chilenos
  • 33% são pais Colombianos
  • 31% são pais peruanos
  • 26% são pais brasileiros

Enquanto no México, os pais já se encontram mais interessados nessa informação, chegando a ser cerca de 44% a saberem as senhas de seus filhos.

No Brasil, Mesmo que cerca de 73% ganhem o primeiro celular ou tablet antes dos 10 anos, são cerca de 49% das crianças brasileiras que começam a usar antes dos 6 anos. A pesquisa também mostra que o uso dos aparelhos digitais das crianças são para:

  • Se divertirem, 69% das vezes
  • Estudarem, 33% das vezes
  • Se comunicarem, 9% das vezes

As crianças que passam mais de 4 horas conectados são:

  • Argentinos, 24%
  • Chilenos, 21%
  • Brasileiros, 18%
  • Colombianos, 12%
  • Mexicanos 7%

Soluções para a educação digital infantil

A Kaspersky, além da pesquisa, também ofereceu dicas para ajudar as famílias na educação digital de seus filhos:

  • Estabelecer diálogos sobre os perigos da internet
  • Participar da atividade online dos filhos desde cedo
  • Definir regras claras e simples sobre o uso da internet
  • Configurar corretamente as ferramentas de privacidade das mídias e redes sociais dos celulares dos filhos
  • Usar soluções de segurança oferecidos pelos smartphones e também computadores

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.