espionagem de celular

Mulheres são maiores vítimas de espionagem de celular

espionagem de celular

Durante o período de confinamento a mobilização na luta contra a violência às mulheres aumentou. Motivo? Espionagem de celular. Nos meses em que as os cidadãos se encontram confinados em casa, o uso de programa de espiões em celulares teve um grande aumento. Esse uso de aplicativos de espionagens estão ligados, também, ao aumento dos casos de violência contra mulheres durante a quarentena.

Dados sobre espionagem de celular

A empresa de segurança Kaspersky detectou em abril de 2020 mais de 8,3 mil tipos de instalações de softwares para dispositivos moveis no mundo. No ano anterior, no mesmo mês, o número era consideravelmente menor. Cerca de 7,7 mil. Os Stalkerware são legitimas ameaças a privacidade das pessoas, apesar de que, são normalmente comercializados na internet e também por empresas de natureza “legitima.

Como funciona os softwares de Stalkerware?

Esses softwares são ferramentas instaladas sem autorização em algum celular. Eles atuam de forma oculta e monitoram as atividades pessoais da vítima. Um simples software de Stalkerware é capaz de mostrar e informar dados pessoais, como:

  • Locais por onde a vítima passou (através do GPS)
  • Acessar mensagens e redes sociais
  • Acessar camadas realizadas e recebidas
  • Acessar mensagens e ligações ocultas

Essas ferramentas usadas com o intuito de espionar, normalmente são mais usadas por maridos ou esposas ciumentas. No entanto, as informações mostradas não estão seguras, podendo ser acessadas até mesmo pelo desenvolvedor do programa espião.

Maiores vítimas de aplicativos de espionagens

Especialistas na área fizeram um estudo onde é mostrado o impacto negativo causado pelo confinamento é muito mais frequente entre as mulheres. Isso acontece porque as mulheres são o grupo de maior risco de violência doméstica. O estudo realizado também mostra que cerca de 70% dessas mulheres vítimas de Stalkerware, sofrem algum tipo de violência física e, ou, sexual de seus parceiros.

Só no Brasil, em tempos de confinamento social por conta da Covid-19, foram notificados um aumento de 36% de denuncias de violação aos direitos e a integridade das mulheres. Mulheres que sofrem abusos físicos em suas casas, muita das vezes, também são espionadas virtualmente por seus parceiros.

Coligação contra o Stalkerware

A coligação contra o Stalkerware é uma organização que se dedica a combater o abuso e assédio que se dá por meio da utilização de Stalkerware. Essa organização procura combinar a experiencia de seus parceiros no apoio às vítimas de violência doméstica e a cibersegurança.
Dessa forma, podem enfrentar o comportamento criminoso cometido por Stalkerware.

Essa organização é formada por agencias de serviço direto, serviço às vítimas e também por muitas empresas de cibersegurança, como a Kaspersky. A coligação contra o Stalkerware foi fundada em novembro de 2019 e tem como principal objetivo reunir organizações para sensibilizar o público sobre essa questão.

Essa organização se propõe a manter sempre aberta para novos colabores e membros dessa causa de suma importância. Somente neste mês, a coligação já recebeu 11 novos membros para participarem da luta contra os Stalkerware. São eles:

Center for Stalkerware Pr. Evention Awareness and Resources (SPARC)
• Anonyome Labs
• AppEsteem Corporation
• bff Bundesverband Frauenberatungsstellen und Frauennotrufe
• Centre Hubertine Auclert
• Copperhead
• Corrata
• Commonwealth Peoples’ Association of Uganda
• Cyber Peace Foundation
• F-Secure
• Illinois Stalking Advocacy Center

Agora a coligação conta com 21 organizações, isso inclui seus membros fundadores. São eles:

• Avira
• Electronic Frontier Foundation
• European Network for the Work with Perpetrators of Domestic Violence
• G DATA Cyber Defense
• Kaspersky
• Malwarebytes
• The National Network to End Domestic Violence, NortonLifeLock
• Operation Safe Escape e WEISSER RING

Se você deseja ter mais informações sobre como a coligação funciona ou mais, por favor, visite o site oficial: http://www.stopstalkerware.org

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.