Teste: Chromecast é bacana, mas carece de aplicativos

chromecastlearn-promo-main

O Chromecast chegou ao Brasil no começo de junho. O aparelhinho criado pelo Google que é muito parecido com um pendrive e fica conectado na entrada HDMI da TV. Com isso, ela (a TV) fica com capacidades similares às chamadas SmartTVs e a dispotivos do tipo Apple TV. Ou seja, pode rodar vídeos e músicas armazenadas “localmente” ou na Internet.

As aspas no “localmente” não são por acaso. A rigor, o Chromecast armazena nada e faz nada sozinho. A mágica toda acontece por meio de aplicativos instalados em outros dispositivos, incluindo computadores, tablets e smartphones. O que o pendrive multimídia do Google faz é exibir na tela da TV o que está sendo executado em outro aparelho.

Parece pouco, mas nunca foi tão fácil e rápido assistir vídeos do Youtube em uma televisão. Basta clicar no ícone do Chromecast disponível, por exemplo, no aplicativo do YouTube instalado no iPhone e executar o vídeo. Além disso, para efeitos de comparação, o aparelhinho custa somente US$ 35 contra US$ 99 do Apple TV. Bom… nos Estados Unidos. Aqui, o Chromecast sai por R$ 199.

O Chromecast vendido no Brasil vem com instruções de instalação e configuração em português, procedimentos bastante simples e rápidos. O único susto foi a presença de um cabo de energia na embalagem: o Chromecast dependeria de tomada para funcionar? Se você tiver uma entrada USB disponível na sua TV (caso deste blogueiro), não. Mas se elas estiverem ocupadas, pode ser necessário.

Aplicativos

O grande, talvez único, problema do Chromecast não está no aparelho em sim, mas na carência de aplicativos compatíveis. Destacam-se o YouTube, o Netflix e alguns ‘media centers’ e players de música menos populares no Brasil. Para quem não aderiu ao Android, a oferta é ainda menor, até porque já foi anunciado que os dispositivos que rodam a plataforma do Google serão capazes de transmitir qualquer coisa para o Chromecast.

O potencial, no entanto, é imenso. A tendêcia é que a maioria dos aplicativos que tenham alguma coisa a mostrar na TV ganhem compatibilidade com o Chromecast, incluindo transmissões ao vivo e videogames – já há uma oferta de jogos compatíveis, mas são títulos bastante toscos.

Gambiarra

Por enquanto, é possível usar um pouco de criatividade para explorar melhor o Chromecast. Um download imperdível é o Google Cast, para Chrome. Ele exibe na sua TV tudo o que estiver rodando no navegador. Então, se você costuma ver jogos de futebol no seu computador, pode fazer uso dessa gambiarra para assistí-los na sua televisão. Testei com o payperview do PremiereFC e funcionou perfeitamente.

Add Comment