Amazon entra na guerra pela sala de estar

AmazonFireTV_HomeScreen_Front

A Amazon lançou nesta quarta-feira um aparelho chamado FireTV, com o qual pretende enfrentar outras gigantes do setor de entretenimento, como Microsoft, Sony, Apple e Google.

Por US$ 99 (pouco mais de R$ 220 pela cotação na data da postagem), o consumidor leva pra casa um dispositivo que combina funções de exibição de vídeo e vídeogame.

O anúncio já era previsto. Esperava-se, no entanto, que a Amazon lançasse um aparelho nos moldes do Chromecast, do Google, ou seja, uma espécie de pendrive para ser conectado às TVs.

Porém, o FireTV não é um pendrive mas sim uma caixinha quadrada com pouco mais de 10 centímetros de lado e menos de dois de altura. Chega acompanhado de um controle remoto.

Apesar do tamanho, oferece uma configuração robusta: processador quad-core com 2 GB de RAM. Dá um banho no próprio Chromecast e em concorrentes como o Apple TV e o Roku 3 – os dois últimos custam o mesmo valor nos Estados Unidos.

O conteúdo pode ser localizado por meio de busca por voz. Além do próprio Amazon Instant Video, a empresa anuncia estar fechada com diversos provedores de áudio e vídeo, incluindo Netflix, Hulu, Youtube e Pandora.

Jogatina online

O FireTV também permite rodar mais de 100 jogos, mas não espere os robustos títulos que rodam em videogames de última geração. A tendência são games com nível de qualidade gráfica mais próxima das tablets e smartphones. Alguns anunciados: Minecraft-Pocket Edition, Asphalt 8, The Game of Life e Sev Zero (exclusivo da plataforma).

A Amazon venderá, separadamente, um gamepad por US$ 39,99 (cerca de R$ 90).

Dica extra

Confira a repercussão do lançamento do Amazon FireTV nas redes sociais: cur.to/FireTV

Add Comment